Telegram vs Whatsapp: quais suas principais diferenças?

Telegram vs Whatsapp: quais suas principais diferenças?

Você já conhece o Telegram? Como ele funciona e quais as principais diferenças em relação ao Whatsapp? Descubra agora mesmo nesse conteúdo que preparamos para você.

Para começar,  o que é o Telegram?  -é um programa de mensagens instantâneas criado em 2013. É gratuito e seu conteúdo fica armazenado na nuvem, promovendo mais eficiência e rapidez no envio de mensagens e de conteúdos “pesados”, no formato PDF, por exemplo. Conta ainda com funcionalidades de áudio, imagem, vídeo, emojis e stickers.

O principal diferencial entre o Telegram e o Whatsapp é a maneira como as mensagens ficam salvas. No Telegram elas ficam salvas nos servidores da empresa, enquanto no whatsapp as mensagens antigas ficam armazenadas no próprio aparelho. Vale lembrar que elas só são salvas se você realizar o backup.

Com isso, quando o usuário acessa o aplicativo Telegram em outro aparelho, seja computador, tablet ou celular, ele consegue baixar todo o histórico de conversas. No Whatsapp também pode baixar o histórico, porém eles ficam armazenados em uma “nuvem” (Google Drive ou Icloud, por exemplo) e não nos servidores do Whatsapp. Ou seja, para baixar as conversas, o hacker precisa da senha do Google Drive e do iCloud, além do WhatsApp.

Outra diferença entre os dois aplicativos é que  no Whatsapp só podem ser enviadas até 30 fotos ou vídeos de uma vez, com limite de 16 MB por arquivo. No Telegram, não há limite para o compartilhamento de arquivos deste tipo, e o tamanho máximo suportado é de 2GB para cada mídia, o que não gera a compreensão das imagens compartilhadas.

  • O Telegram é mais seguro? 

O mensageiro é conhecido por ser uma opção mais segura do que o WhatsApp, o seu foco está na segurança dos dados e mensagens dos usuários. Ele também oferece criptografia de ponta-a-ponta no envio e recebimento de mensagens, além de se comprometer em não divulgar informações de usuários a terceiros. 

Já no whatsapp há uma recente atualização em que os usuários são “obrigados” a concordar com os termos de uso, onde o aplicativo permite que as informações dos usuários sejam compartilhadas com outras empresas do grupo Facebook. Na versão anterior da política de privacidade, que vigorava desde dezembro de 2019, o repasse de dados era opcional. Agora quem não aceitar os termos não poderá utilizar o aplicativo.Isso é um dos motivos do Telegram estar ganhando cada vez mais usuários. 

Agora que você já sabe as principais diferenças entre os dois aplicativos, vale a pena baixar e realizar o teste no seu aparelho, não acha?